SMT-8 (Era SMT-6) Perfect Power Powered - Novas Fotos Pg. 4

Tópico dedicado a dicas de preparação e melhora de performance do seu absoluto.

Moderador: Moderadores

Re: SMT-8 (Era SMT-6) Perfect Power Powered - Novas Fotos Pg. 4

Mensagempor chedid » 04 Fev 2010, 12:21

Mauro Perides escreveu:
PauloM escreveu:O unichip assim como a PP nao alteram o sinal da wide ou de qq outro sensor que existem no seu carro ...e em mais de um monte de carro super moderno moderno como BMW M5 2009, SL63 AMG, Gallardo entre outros pra citar coisas estranhas.

Se por acaso esta achando que golf GTI ou os A3/S3 nao fazem exatamente o que o unichip quer que faça, voce esta completamente enganado.

O sistema nao e baseado em alterar sinais que chegam para a central e sim os que saem da central.



Paulo, a PP, afirmo com convicção ( ou então eu não entendi porra nenhuma do que eu fiz, mas funcionou) altera sinais de entrada. O exemplo da lambda que eu postei antes, é um dos sinais de entrada que eu alterei. Foi como consegui baixar o fator lambda para 1,10.

Quando usava bicos originais e não tinha a wide a minha estratégia foi alterar o sinal do maf para enganar a ecu aumentando a tensão lida. Dessa forma ela acharia que estava entrando mais ar e enriquecia, já que, sozinha a ecu não corrigia a injeção para manter lambda em 1 (neste tempo eu ainda não tentava manter em 1,10).

E ela altera sinais de saida também. Tem um mapa lá que, por exemplo você pode ligar a saida para atuador de marcha lenta, que é é em PWM e você pode acrescentar ou debitar % nele. Eu fiz um teste com ele, na mesma situação acima, com bicos originais e sem wide. Quando ligava o carro frio ficava uma bosta, morria, etc. O que eu fiz foi pegar o fio do atuador e aumentar o pwm dele para manter acelerado até atingir uma certa temperatura. Depois disso deixava o sinal originex....

E também cria sinais com os parametros lidos em suas entradas. Como o controle de injetores e controle de boost.

A documentação da SMT8 é bem resumida, mas a SMT6 é muito completa com diversos application notes e tal. Com a SMT6 (com a 8 idem), embora não seja esse o foco dela, é possível injetar um carro carburado de 4 cilindros.

Talvez você conheça o Julio Massei. Eu não conheço o trabalho dele, mas o conheci quando vendi a minha SMT6. Ele me disse que já fez alguns carros (ou um carro, nem lembro) assim e que, a despeito da falta de recursos que só tem em uma injeção full, até que ficou bom.

Enfim, o que eu quero dizer é que, certamente a PP altera sinais de entrada. Ehehhehe.

Quanto ao Unichip eu bem sei, Paulo, que você não fala pra ninguém instalar... Lembro que um vez, eu estava decidido a instalar o unichip e você recomendou que eu acertasse algumas outras pendências da preparação primeiro. Isso na época que o unichip era barato ainda...



Mauro, não vejo como alterar um sinal sem interceptar (interromper a ligação), porque, para enganar a central, vc precisa mudar a tensão (para mais ou para menos); se o PP altera em ambos os casos (o que deve ser), se for para menos, a energia tem que ser consumida (voltagem a menos), ai num vejo como em ligação em T fazer isso sem correr risco de queima do sensor ou da central (contudo, absoluta certeza eu num tenho disso, porque depende de muitos fatores).

Mas de qualquer forma, um erro de 0.4 de lambda pode dar zebra sim, dependedo da condição, exemplo se o carro estiver com .90 pode quebrar se não se estiver 0.86 não (depende de muitos fatores) sem falar que isso com certeza gera diferença de rendimento (exemplo, a central pode requistar e ler sonda .86, mas na verdade está 0.82). e sem falar que este erro deve sser gerado pela ausencia de correção por temperatura da sonda, ai, não tem como vc calibrar para este erro, pois ele vai variar com a temperatura da ssonda.

Outra, no caso da minha central, como ela tem diferentes fatores lambdas de acordo com as metas de AFR ou de tempratura de espcape, não vejo como alterar todos estes padrões de forma minimamente eficiente, ainda mais não havendo uma sonda lambda e um pirômetro dedicados e, mesmo que tive, como junior falou, num tem como saber qual curva de correção a central esta usando.

Continuo reafirmando, vc pode até conseguir um acerto bom com estes equipamentos, provávelmente bem melhor que chips mal feitos, mas com certeza, ao exemplo do que junior fez no meu carro, estes equipamentos não fazem, ela faz exatamente o que ele mandou ela fazer, sem erros.

Mas tá legal o nível da discussão, to ainda com vergonha do MANEIRA GROSSEIRA COM QUE falei no começo....

Paulo, se puder conseguir material acerca do Unichip para nos seria legal, até para podermos sobrepesar as vantagens e desvantages do sistema.
abração.
chedid
 
Mensagens: 457
Data de registro: 16 Mai 2007, 10:59
Localização: Xanxerê
Cidade: Xanxere
Estado: SC

Re: SMT-8 (Era SMT-6) Perfect Power Powered - Novas Fotos Pg. 4

Mensagempor PauloM » 04 Fev 2010, 12:39

olocomeu escreveu:
PauloM escreveu:Cara...tem muita coisa escrita por aqui !

Mauro, eu to muitos capitulos atras de voce em relacao a instalacoes de piggy backs :)
Ja tive acesso aos manuais do Unichip, podia ate pedir pra levar pra casa como fizeram alguns amigos que queriam ir a fundo.
Eu nunca discuti estes aspectos ja que voce bem sabe que o motivo de eu usar unichip era eu nao me preocupar com mais nada neste segmento. Passar a ser usuario e nao preparador-mecanico-piloto :)

Certamente voce sabe o que fez e fez corretamente senao ja tinha voado pedaço de motor.
Agora ate entendi pq tem fio em T e fio aberto :) Sequer me interessava por isso !!
O unichip certamente faz o mesmo que a PP.

Paulo, vc conseguria este material para nós?



Duvido muito...eu lembro que era um manual realmente grande, que continha todos os circuitos de todos carros.
Mas tambem lembro que ao sujeito que levou o manual foi pedido que nao ficasse divulgando o conteudo.
A Multiturbo é a distribuidora do Unichip no Brasil. Deve ter que cumprir regras do fabricante...imagino.

Minha sugestao...pesquise a PP. Ela tem muita coisa liberada e é muito parecida com o unichip. Parece ser algo como uma versao anterior em relaçao ao modelo Q/Q+.
--------------------------

[]s Paulo
Avatar de usuário
PauloM
 
Mensagens: 686
Data de registro: 19 Jun 2005, 16:27
Localização: Rio de Janeiro

Re: SMT-8 (Era SMT-6) Perfect Power Powered - Novas Fotos Pg. 4

Mensagempor chedid » 04 Fev 2010, 12:44

Tudo bem Paulo, sei que vc num tem como fazer isso, mas que estas atitudes (ou do fabricante ou representante) é que dão margens aos comentários... ai eles num podem reclamar se gente presume coisas erradas né?
abração
chedid
 
Mensagens: 457
Data de registro: 16 Mai 2007, 10:59
Localização: Xanxerê
Cidade: Xanxere
Estado: SC

Re: SMT-8 (Era SMT-6) Perfect Power Powered - Novas Fotos Pg. 4

Mensagempor overspeed » 05 Fev 2010, 08:36

Mauro Perides escreveu:Oi Júnior... o endereço desse bit KVB ou KVA fica no chip da ecu ou no chip do computador de bordo?
Eu estou perguntando porque achei um gringo que afirma que se eu mandar o meu CB pra ele, ele acerta.


Esse bit está contido no chip da ECU, mas obviamente se modificar o computador de bordo tbmt em o mesmo resultado, analogamente é a mesma discussão dos piggyback

forma 1:
Vc tem acesso direto a informação que vai ser passada ao CB, editar o binário e diz exatamente o que quer que seja alterado

forma 2:
Vc não sabe exatamente como funciona a estratégia, onde estão os endereçõs, entaum não mexe no arquivo da ECU e sim altera lá no CB onde vc bsae exatamente aonde alterar pra que o resultado saia igual
overspeed
 
Mensagens: 326
Data de registro: 31 Ago 2005, 18:40

Re: SMT-8 (Era SMT-6) Perfect Power Powered - Novas Fotos Pg. 4

Mensagempor Mauro Perides » 05 Fev 2010, 09:35

Valeu Jr.
Obrigado pela explicação.
Avatar de usuário
Mauro Perides
 
Mensagens: 2978
Data de registro: 20 Jun 2005, 01:01
Localização: São Paulo, SP

Re: SMT-8 (Era SMT-6) Perfect Power Powered - Novas Fotos Pg. 4

Mensagempor overspeed » 05 Fev 2010, 09:44

Num tenho o D@mos do S4, mas como é uma ME7 eu sei só de olhar onde ficam estas curvas do assunto em questão:
usando o arquivo: Bosch S4 4.2 0261208777, versão 1037374033

LAMFA: a meta já está setada para fator lambda 0,86 com Drivers Wish (seria algo como a carga desejada pelo motorista) acima de 68% e rotações acima de 4.500

KFLBTS: a meta de correção caso TABGBTS ultrapasse o valor estipulado esta setada para fator lambda de 0,83 com carga máxima e em rotações acima de 5.200 (preciso confirmar o valor de rotação, mas é algo proximo a isso).


Outra coisa, o valor que vc lê n VAG por exemplo de ponto não é o que realmente está acontecendo fisicamente pois o piggyback altera "in locco" e não deixa a central enxergar isso.

Qto a interceptar o sinal da Wide, se isso ocorre pode parar e pedir pra descer, como eu disse a ECU monitora a tensão e corrente, se vc lê a tensão como numa sonda comum a corrente que será drenada já mudará a leitura de temperatura da sonda, mesmo motivo que vc não pode interceptar o sinal e reprocessá-lo a ECU pois varia corrente e tensão (o que é impossivel de ser mimetizado eletrônicamente pois é uma função semelhante a pilha onde vc precisa variar a impedãncia, além do que a ordemd e grandeza é minima e qualquer erro insere uma grande diferença no valor lido de temperatura)acho que não é o caso do Uni porque realmente a empresa é competente.


A questão Paulo num é funcionar... funcionar até os tais MEG la da CM racing funcionam... estamos discutindo estratégias de calibração... eu mesmo indico usar piggy em alguns casos onde mexer na central é delicado ou a central é cara ou rara o suficiente pra compensar o investimento... eu estou apenas dizendo que existem alguns poréns, outro por exemplo é fazer funcionar o computador de bordo com bicos maiores, ou quando precisa aumentar o MAF porque o fluxo de ar acaba sendo insuficiente pro motor.

Alias... o custo de R$ 3,200 + R$ 400 x N onde N = numero de carros pra resolver a equação onde o remapeamento custa R$ 680,00 (o que cobro das ME7 dos 1.8)fica em mais de 11 caros

680N = 3.200 + 400N
N = 3.200/280 = 11,4

Se for ocaso de uma S4 ou RS4 que cobro um pouco mais caro porque tem 50% a mais de dados a serem mexidos por ser um motor em V (algumas curvas são "dobradas") R$ 980,00

980N-400N = 3.200
N= 5,5
ou seja mais de 5 carros.
overspeed
 
Mensagens: 326
Data de registro: 31 Ago 2005, 18:40

Re: SMT-8 (Era SMT-6) Perfect Power Powered - Novas Fotos Pg. 4

Mensagempor Mauro Perides » 05 Fev 2010, 10:04

Mauro, não vejo como alterar um sinal sem interceptar (interromper a ligação), porque, para enganar a central, vc precisa mudar a tensão (para mais ou para menos); se o PP altera em ambos os casos (o que deve ser), se for para menos, a energia tem que ser consumida (voltagem a menos), ai num vejo como em ligação em T fazer isso sem correr risco de queima do sensor ou da central (contudo, absoluta certeza eu num tenho disso, porque depende de muitos fatores).


Eu nem sei como funciona a wideband... parece que ela trabalha com corrente e não com tensão. Ou com ambos. Se for isso, TALVEZ seja possível aumentar ou diminuir a corrente sem interromper o fio. Mas como falei, nem sei como ela funciona, então paro por aqui pra não falar besteira.

Mas de qualquer forma, um erro de 0.4 de lambda pode dar zebra sim, dependedo da condição, exemplo se o carro estiver com .90 pode quebrar se não se estiver 0.86 não (depende de muitos fatores) sem falar que isso com certeza gera diferença de rendimento (exemplo, a central pode requistar e ler sonda .86, mas na verdade está 0.82). e sem falar que este erro deve sser gerado pela ausencia de correção por temperatura da sonda, ai, não tem como vc calibrar para este erro, pois ele vai variar com a temperatura da sonda.


Sobre o erro na correção, a explicação que me deram na perfect power (se é que eu entendi direito): Na mecânica as coisas acontecem muito mais lentamente do que na eletrônica, então, o que fica valendo é a média das correções. Como a média vai ser o valor que você realmente deseja, então esse erro não é tão grave assim. Bom, como falei, este é o peixe como me venderam. Como minha ecu não tem correção por wide, nem testar isso eu posso.

Só pra explicar uma coisa... eu já usei chip e atualmente uso a piggy back. Pra mim, funcionaram os dois.
Eu escolhi piggy back para ter um pouco mais de controle sobre as coisas que acontecem. Apesar de ter o equipamento necessário para gravar um chip não sei nem por onde poderia começar.
Avatar de usuário
Mauro Perides
 
Mensagens: 2978
Data de registro: 20 Jun 2005, 01:01
Localização: São Paulo, SP

Re: SMT-8 (Era SMT-6) Perfect Power Powered - Novas Fotos Pg. 4

Mensagempor Mauro Perides » 05 Fev 2010, 10:13

overspeed escreveu:Qto a interceptar o sinal da Wide, se isso ocorre pode parar e pedir pra descer, como eu disse a ECU monitora a tensão e corrente, se vc lê a tensão como numa sonda comum a corrente que será drenada já mudará a leitura de temperatura da sonda, mesmo motivo que vc não pode interceptar o sinal e reprocessá-lo a ECU pois varia corrente e tensão (o que é impossivel de ser mimetizado eletrônicamente pois é uma função semelhante a pilha onde vc precisa variar a impedãncia, além do que a ordemd e grandeza é minima e qualquer erro insere uma grande diferença no valor lido de temperatura)acho que não é o caso do Uni porque realmente a empresa é competente.


Só uma resalva, Jr. Na verdade, é uma pergunta.
Não sou especialista em eletrônica mas creio que é possível monitorar a tensão sem drenar corrente usando um circuito de buffer.

Pelo menos assim me foi explicado em um curso meia boca de eletrônica que fiz. Algo do tipo http://pt.wikipedia.org/wiki/Buffer_(eletr%C3%B4nica). Isso, aliado a outras soluções não poderia funcionar??
Avatar de usuário
Mauro Perides
 
Mensagens: 2978
Data de registro: 20 Jun 2005, 01:01
Localização: São Paulo, SP

Re: SMT-8 (Era SMT-6) Perfect Power Powered - Novas Fotos Pg. 4

Mensagempor PauloM » 05 Fev 2010, 10:32

overspeed escreveu:Num tenho o D@mos do S4, mas como é uma ME7 eu sei só de olhar onde ficam estas curvas do assunto em questão:
usando o arquivo: Bosch S4 4.2 0261208777, versão 1037374033

LAMFA: a meta já está setada para fator lambda 0,86 com Drivers Wish (seria algo como a carga desejada pelo motorista) acima de 68% e rotações acima de 4.500

KFLBTS: a meta de correção caso TABGBTS ultrapasse o valor estipulado esta setada para fator lambda de 0,83 com carga máxima e em rotações acima de 5.200 (preciso confirmar o valor de rotação, mas é algo proximo a isso).


Outra coisa, o valor que vc lê n VAG por exemplo de ponto não é o que realmente está acontecendo fisicamente pois o piggyback altera "in locco" e não deixa a central enxergar isso.

Qto a interceptar o sinal da Wide, se isso ocorre pode parar e pedir pra descer, como eu disse a ECU monitora a tensão e corrente, se vc lê a tensão como numa sonda comum a corrente que será drenada já mudará a leitura de temperatura da sonda, mesmo motivo que vc não pode interceptar o sinal e reprocessá-lo a ECU pois varia corrente e tensão (o que é impossivel de ser mimetizado eletrônicamente pois é uma função semelhante a pilha onde vc precisa variar a impedãncia, além do que a ordemd e grandeza é minima e qualquer erro insere uma grande diferença no valor lido de temperatura)acho que não é o caso do Uni porque realmente a empresa é competente.


A questão Paulo num é funcionar... funcionar até os tais MEG la da CM racing funcionam... estamos discutindo estratégias de calibração... eu mesmo indico usar piggy em alguns casos onde mexer na central é delicado ou a central é cara ou rara o suficiente pra compensar o investimento... eu estou apenas dizendo que existem alguns poréns, outro por exemplo é fazer funcionar o computador de bordo com bicos maiores, ou quando precisa aumentar o MAF porque o fluxo de ar acaba sendo insuficiente pro motor.

Alias... o custo de R$ 3,200 + R$ 400 x N onde N = numero de carros pra resolver a equação onde o remapeamento custa R$ 680,00 (o que cobro das ME7 dos 1.8)fica em mais de 11 caros

680N = 3.200 + 400N
N = 3.200/280 = 11,4

Se for ocaso de uma S4 ou RS4 que cobro um pouco mais caro porque tem 50% a mais de dados a serem mexidos por ser um motor em V (algumas curvas são "dobradas") R$ 980,00

980N-400N = 3.200
N= 5,5
ou seja mais de 5 carros.


Oi Junior
Sobre o VAG eu sei. Eu o utilizo pra acompanhar o que ta acontecendo com o o ponto e resultado da mistura. Sei que o o que o unichip manda nao passa por ali. Mas se eu der 50 de avanço e a central atrasar 49 eu passo a dar apenas 1 grau ( exemplificando ne :) )e ela nao tira nada.

Lembra que o custo do unichip ta incluido as horas de dinamomentro. Logico que da pra acertar na rua, principalmente meu carro que nao gera pressao suficiente no dino do sapinho inclusive. Nao tenho nada contra a nao ser os perigos de acelerar terceira marcha a quase 180 em vias publicas ao meio dia...

Sobre os KFL* e LAM* :) entendi que o mapa original deseja manter 0,86 ao dar pedal... e seria no caso da temperatura subir a central levaria pra 0.83 ?
Como eu disse o ajuste do meu carro fica la nos 0,82. Ate pensei nisso agora...se a central verifica uma leitura acima da desejada, ela poderia tentar corrigir...mas nao seria uma corrida "atras do rabo" ???
Ja que o unichip foi mapeado pra jogar valores que enriqueçam mais e mais a mistura para chegar no ponto que desejo ( afinal nao e um valor fixo )
O que eu li e talvez tenha entendido ... é que a central desarmaria minha estrategia tentando colocar a dela. Mas o que eu vejo é que talvez isso nao aconteça por que a cada aceleracao ela poderia estar tentando modificar, mas eu tenho no meu mapa uma nova modificacao que seria maior do que ela tenta retirar. Sei la se isso esta claro :).
E ... tambem imagino que nao seja criado um novo mapa na central...na proxima aceleracao recomeçam todas leituras.
Sao minha suposicoes, apenas me baseio em que com o unichip a lambda fica onde eu quiser, pro resto da vida. So nao sei como isso interage com a central.
--------------------------

[]s Paulo
Avatar de usuário
PauloM
 
Mensagens: 686
Data de registro: 19 Jun 2005, 16:27
Localização: Rio de Janeiro

Re: SMT-8 (Era SMT-6) Perfect Power Powered - Novas Fotos Pg. 4

Mensagempor overspeed » 08 Fev 2010, 08:06

PauloM escreveu:
Oi Junior
Sobre o VAG eu sei. Eu o utilizo pra acompanhar o que ta acontecendo com o o ponto e resultado da mistura. Sei que o o que o unichip manda nao passa por ali. Mas se eu der 50 de avanço e a central atrasar 49 eu passo a dar apenas 1 grau ( exemplificando ne :) )e ela nao tira nada.


Sim, o que vc vê alí num leva em conta o que o Unichip faz efetivamente estar no motor no que tange a ponto...


Lembra que o custo do unichip ta incluido as horas de dinamomentro. Logico que da pra acertar na rua, principalmente meu carro que nao gera pressao suficiente no dino do sapinho inclusive. Nao tenho nada contra a nao ser os perigos de acelerar terceira marcha a quase 180 em vias publicas ao meio dia...


Isso eu concordo... R$ 400,00 da apenas para pouco mais de 3 horas...e normalmente eu acabo usando 2 a 3 horas pra fazer um acerto no dina...e não excluo uma volta na rua pra ver dirigibilidade e coisas assim..


Sobre os KFL* e LAM* :) entendi que o mapa original deseja manter 0,86 ao dar pedal... e seria no caso da temperatura subir a central levaria pra 0.83 ?
Como eu disse o ajuste do meu carro fica la nos 0,82. Ate pensei nisso agora...se a central verifica uma leitura acima da desejada, ela poderia tentar corrigir...mas nao seria uma corrida "atras do rabo" ???
Ja que o unichip foi mapeado pra jogar valores que enriqueçam mais e mais a mistura para chegar no ponto que desejo ( afinal nao e um valor fixo )
O que eu li e talvez tenha entendido ... é que a central desarmaria minha estrategia tentando colocar a dela. Mas o que eu vejo é que talvez isso nao aconteça por que a cada aceleracao ela poderia estar tentando modificar, mas eu tenho no meu mapa uma nova modificacao que seria maior do que ela tenta retirar. Sei la se isso esta claro :).
E ... tambem imagino que nao seja criado um novo mapa na central...na proxima aceleracao recomeçam todas leituras.
Sao minha suposicoes, apenas me baseio em que com o unichip a lambda fica onde eu quiser, pro resto da vida. So nao sei como isso interage com a central.


Sinceramente não sei como é o acerto no Unichip, se vc apenas coloca uma porcentagem sobre o valor de injeção que a ECU manda pros bicos...se for assim a ECU vai certamente corrigir, mas se vc deseja 0,82 de fator lambda e tem bicos pra isso com toda certeza a maior parte do trabalho está na ECU porque ela automáticamente já manda 0,86 e caso a temperatura ultrapasse o valor lá em TABGBTS ele automaticamente enriquecer pros 0,83 que te falei.

O sistema é feito via controlador PID, ou seja dentro de um certo range ele não interfere...e 0,82 pra 0,83 é algo bem sutil, não sei se a ECu "se daria ao trabalho" de tentar interferir.

Se extrapolar o valor limite de correção a central entenderá como um defeito, usando as suas habilidades em proteção, entre elas abrir a N75 (abaixa totalmente a pressão), fechar a borboleta (ai num tem jeito) e diminuir o ponto (sim, ela controla o ponto em relação ao valor ideal de ponto para poder diminur o torque gerado)
overspeed
 
Mensagens: 326
Data de registro: 31 Ago 2005, 18:40

Re: SMT-8 (Era SMT-6) Perfect Power Powered - Novas Fotos Pg. 4

Mensagempor chedid » 08 Fev 2010, 09:30

pozé Junior, por isso queria dar uma lida na estragéia do UNICHIP.
Sinceramente sinto bastante descrédito quando eles não fornecem estas informações....é como comprar um carro sem saber quandos hp tem e que equipamentos de série possui, confiar no que eles falam é bem complicado (num to falando do Paulo, mas dos venderores ou fabricante), por isso reafirmo (e pela ultima vez) a estratégia usada por eles para comercialização é absolutamente ilegal, não encontrando guarita nos direitos autoriais (o que inclui a lei de patentes) e violando mortalmente o Código de Defesa do Consumidor.
Mas tudo bem....paz galera hehehe
Editado pela última vez por chedid em 09 Fev 2010, 08:16, num total de 1 vezes
chedid
 
Mensagens: 457
Data de registro: 16 Mai 2007, 10:59
Localização: Xanxerê
Cidade: Xanxere
Estado: SC

Re: SMT-8 (Era SMT-6) Perfect Power Powered - Novas Fotos Pg. 4

Mensagempor chedid » 08 Fev 2010, 09:37

overspeed escreveu:
PauloM escreveu:
Oi Junior
Sobre o VAG eu sei. Eu o utilizo pra acompanhar o que ta acontecendo com o o ponto e resultado da mistura. Sei que o o que o unichip manda nao passa por ali. Mas se eu der 50 de avanço e a central atrasar 49 eu passo a dar apenas 1 grau ( exemplificando ne :) )e ela nao tira nada.


Sim, o que vc vê alí num leva em conta o que o Unichip faz efetivamente estar no motor no que tange a ponto...


Lembra que o custo do unichip ta incluido as horas de dinamomentro. Logico que da pra acertar na rua, principalmente meu carro que nao gera pressao suficiente no dino do sapinho inclusive. Nao tenho nada contra a nao ser os perigos de acelerar terceira marcha a quase 180 em vias publicas ao meio dia...


Isso eu concordo... R$ 400,00 da apenas para pouco mais de 3 horas...e normalmente eu acabo usando 2 a 3 horas pra fazer um acerto no dina...e não excluo uma volta na rua pra ver dirigibilidade e coisas assim..


Sobre os KFL* e LAM* :) entendi que o mapa original deseja manter 0,86 ao dar pedal... e seria no caso da temperatura subir a central levaria pra 0.83 ?
Como eu disse o ajuste do meu carro fica la nos 0,82. Ate pensei nisso agora...se a central verifica uma leitura acima da desejada, ela poderia tentar corrigir...mas nao seria uma corrida "atras do rabo" ???
Ja que o unichip foi mapeado pra jogar valores que enriqueçam mais e mais a mistura para chegar no ponto que desejo ( afinal nao e um valor fixo )
O que eu li e talvez tenha entendido ... é que a central desarmaria minha estrategia tentando colocar a dela. Mas o que eu vejo é que talvez isso nao aconteça por que a cada aceleracao ela poderia estar tentando modificar, mas eu tenho no meu mapa uma nova modificacao que seria maior do que ela tenta retirar. Sei la se isso esta claro :).
E ... tambem imagino que nao seja criado um novo mapa na central...na proxima aceleracao recomeçam todas leituras.
Sao minha suposicoes, apenas me baseio em que com o unichip a lambda fica onde eu quiser, pro resto da vida. So nao sei como isso interage com a central.


Sinceramente não sei como é o acerto no Unichip, se vc apenas coloca uma porcentagem sobre o valor de injeção que a ECU manda pros bicos...se for assim a ECU vai certamente corrigir, mas se vc deseja 0,82 de fator lambda e tem bicos pra isso com toda certeza a maior parte do trabalho está na ECU porque ela automáticamente já manda 0,86 e caso a temperatura ultrapasse o valor lá em TABGBTS ele automaticamente enriquecer pros 0,83 que te falei.

O sistema é feito via controlador PID, ou seja dentro de um certo range ele não interfere...e 0,82 pra 0,83 é algo bem sutil, não sei se a ECu "se daria ao trabalho" de tentar interferir.

Se extrapolar o valor limite de correção a central entenderá como um defeito, usando as suas habilidades em proteção, entre elas abrir a N75 (abaixa totalmente a pressão), fechar a borboleta (ai num tem jeito) e diminuir o ponto (sim, ela controla o ponto em relação ao valor ideal de ponto para poder diminur o torque gerado)


junior se fosse um fator lambda definido, o UNichip deveria estar ligado numa sonda wid dedicada só para ele.... assim a correçõa dele só pode ser fixa, o que a central cosneguiria voltara ao original na hora
chedid
 
Mensagens: 457
Data de registro: 16 Mai 2007, 10:59
Localização: Xanxerê
Cidade: Xanxere
Estado: SC

Re: SMT-8 (Era SMT-6) Perfect Power Powered - Novas Fotos Pg

Mensagempor Vitor Hugo » 28 Set 2010, 07:42

Fernando Furini escreveu:Finalmente li o tópico do início ao fim! :uau:
Coisas tão enroladas por aqui que tirar um tempinho pra ler alguma coisa longa PRESTANDO ATENÇÃO como se deve, tá difícil...
Mas ok...
Eu tenho tanta saudade de mexer em injeção... :(


Se atraca no Opala do Antonio então!!! :lol: :lol:
Omega GLS 2.2 1997 Azul Turner
Teto Solar, CB, Power tech 15", Xenon com Laudo, Impecavel.
ex GLS 4.1 1995
Avatar de usuário
Vitor Hugo
 
Mensagens: 1653
Data de registro: 24 Dez 2007, 12:39
Localização: Três Passos - RS
Cidade: Tres Passos
Estado: RS

Re: SMT-8 (Era SMT-6) Perfect Power Powered - Novas Fotos Pg

Mensagempor Fernando Furini » 29 Set 2010, 18:19

Vitor Hugo escreveu:Se atraca no Opala do Antonio então!!! :lol: :lol:


O processo já está em andamento!!
Só tá faltando a liberação da verba pra encomenda das peças.
Fernando Furini
Omega CD 1-5-3-6-2-4.1i
Uno Smart
Tenente Portela - RS
http://www.omegaclube.com
Regras do Fórum
Imagem
Avatar de usuário
Fernando Furini
Administrador
 
Mensagens: 4278
Data de registro: 29 Jun 2005, 05:48
Cidade: Tenente Portela
Estado: RS

Re: SMT-8 (Era SMT-6) Perfect Power Powered - Novas Fotos Pg

Mensagempor Vitor Hugo » 29 Set 2010, 19:15

Poise, falei com ele ontem, e ele ta empolgado, até pq ele ta puto com esse lance da mistura do carro dele, até sonda com multimetro ele já colocou e ta constatando sempre mistura pobre... Imagino que esse 2.5 do opala deve ficar mto legal injetado, já comprei juntas e fiz orçamento pra ele rebaixar 2mm o cabeçote e passar a taxa de 7 para 8:1, vai ficar mto show, sem falar que vai ser o unico opala injeção de toda região, pelo menos até onde eu sei... E investir 2.000 nisso nem é tanto, qualquer pintura ou jg de roda já custa isso... Se precisar de algo que necessite da retifica me da um grito, ajudo no que puder, e ve se me avisem quando forem mexer, que se for no final de semana passo aí pra encomodar hehehe
Omega GLS 2.2 1997 Azul Turner
Teto Solar, CB, Power tech 15", Xenon com Laudo, Impecavel.
ex GLS 4.1 1995
Avatar de usuário
Vitor Hugo
 
Mensagens: 1653
Data de registro: 24 Dez 2007, 12:39
Localização: Três Passos - RS
Cidade: Tres Passos
Estado: RS

Anterior

Retornar para Preparação de Motores e Performance

Quem está online

Usuários vendo este fórum: Nenhum usuário registrado online e 1 visitante